"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada." - Clarice Lispector



sexta-feira, 7 de maio de 2010

I don't love you.

Não te amo. Eu quero teu amor, tua paixão. Teu olhar que parece conhecer cada gesto meu. Eu quero infinitamente teus abraços. Teu toque. Tua mão sobre a minha. Teu sorriso e as tuas risadas. Teu ciúme. Eu quero o teu dia. Tua atenção. Teu gostar. Teu cheiro que me é tão íntimo. Teu pulsar que se torna mais forte quando eu estou contigo ou a impressão de tê-lo. Tua insegurança, segurança, inconstância. Teus sentidos. Teu calor que nunca parece pouco. Tuas palavras doces. Tua presença. Tua confiança. Eu quero. Eu preciso. Mas amar, eu não te amo.
____________________

Sentimentos, desejos, confusões, certezas, incertezas, amor.
É o que tem pra hoje :*

Um comentário:

  1. Juuuuuuuuuu sua linda *-*
    gostei desse seu texto,que lindo.

    ResponderExcluir